Pular para o conteúdo principal

Postagens

Reforma Trabalhista prejudicará empreendedorismo

Vamos reconhecer. Nem todos os chamados empreendedores estão a favor das reformas trabalhistas. Somente os rentistas, os gananciosos e os que conseguem obter lucros através de outros meios senão a venda de produtos e serviços. 
Há empreendedores sérios preocupados com a reforma trabalhista, que põe em xeque mais de 100 direitos adquiridos pelos trabalhadores. Quem estudou ou estuda Administração sabe que a evolução da capacidade de gestão se deu com o aumento cada vez maior da preocupação com o ser humano. Ou seja, o desenvolvimento da Administração é o desenvolvimento de seu lado social.
O que a reforma trabalhista pretende é justamente o oposto. O trabalhador volta a sua condição dos primórdios da Administração, quando era tratado como mero equipamento natural. Uma máquina criada para fazer o serviço e que quando "quebra" deve ser descartada e trocada por outra similar ou melhor. Era desta forma que o trabalhador era tratado e com o tempo esta noção foi desaparecendo.
Mas…
Postagens recentes

Modernização das leis de trabalho coisa nenhuma! Reforma é a volta da escravidão!

Parece que finalmente foi aprovada a reforma trabalhista. Quer dizer, o que a direita chama de reforma trabalhista. Pois reforma dá ideia de trocar uma coisa por outra melhor. Não será isto que vai acontecer. O que começa a partir de agora é a chamada precarização do trabalho, onde a voz do patrão será a única a ter valor e a chantagem o principal meio de negociação.
Aprendi em Administração que é uma tradição do empresariado brasileiro, sobretudo o de grande porte, ser autoritário, impaciente e avesso a diálogo. Isso será reforçado pelas novas leis trabalhistas. Esta tradição existe porque grande parte do empresariado brasileiro é descendente dos velhos senhores de engenho do tempo colonial. Obter vantagens as custas de sofrimento alheio é algo passado de pai para filho, o que justifica o pensamento escravocrata dos empresários atuais.
Não se engane com a postura pseudo-moderna do empresariado brasileiro. A mentalidade dos donos do meio de produção de nosso país é a mais retrógrada …

"Modernização" das relações trabalhistas nos leva de volta à Senzala

Como todos sabem, ontem foi aprovada a lei da terceirização, que estende para toda e qualquer situação, inclusive para as atividades-fim, a possibilidade de empresas contratarem outras empresas para realizar o serviço sem ter vínculo empregatício. 
É uma medida que poderá reduzir os custos da contratação, mas pode tornar a vida profissional precarizada, com condições análogas a de uma escravidão. Não por acaso, é considerada a revogação não somente da CLT como também da Lei Áurea. Coincidentemente, junto com a aprovação, foi recusada pelo governo de Temer a divulgação da lista das empresas que praticam a escravidão no país.
Pode parecer subjetivo estabelecer uma comparação entre a reforma trabalhista e a escravidão, mas alguns fatos existem para comprovar que esta comparação é real, lógica e objetiva. primeiro, porque boa parte dos empresários do país descendem de senhores do engenho dos tempos coloniais, tendo a escravatura como ingrediente ideológico passado de pai para filho. Segu…

A diferença entre "dar emprego" e "pagar os outros para trabalhar"

Sabe-se que os conservadores vivem defendendo as classes abastadas. Para conservadores, ricos são os "pobres que deram certo", os vencedores de uma suposta luta feroz pela sobrevivência. Sabe-se que isto é uma farsa e que os homens mais ricos do país praticamente nunca batalharam para estar onde estão, enriquecendo por herança, aquisições e até mesmo por desonestidade.
É muito frequente os conservadores não ricos, na hora de defender os empresários mais ricos, falarem que os empresários "dão emprego às pessoas", tendo que ser para isso, protegidos em seus interesses e privilégios. Acreditam os conservadores que os empresários são "gente do bem" que "vive de ajudar outras pessoas". Como se pagar um mísero salário de fome em troca de um trabalho pesado, cansativo e humilhante, em condições sub-humanas, além de não raramente insalubre, fosse um favor, uma generosidade.
Mas que tal melhorarmos esta retórica para torná-la mais realista, tirando dos …

Investidores não são instituições de caridade

Capitalistas e simpatizantes sempre tiveram uma confiança cega naqueles que eles chamam de "investidores". Para quem não entende Economia e desconhece os bastidores das relações de poder, fica a impressão de que "investidores" são uma espécie de salvadores de plantão a socorrer a sociedade nos momentos de crise ou quando há necessidade de injeção financeira.
É uma versão romantizada, quase infantil de um sistema que nada tem de romântico. O Capitalismo é naturalmente cruel, egoísta, ganancioso e arrivista. Capitalistas não medem esforços para passar por cima dos outros feito rolo compressor e se for necessário prejudicar multidões para salvar os lucros dos mais ricos, se prejudica. Como está acontecendo agora no Brasil.
Se aproveitando do pouco ou nenhum conhecimento econômico de grande parte da população (exemplo de que o emburrecimento da população é necessário para a manutenção dos poderosos), Michel Temer anunciou medidas drásticas para a população usando a fa…

Direitistas misturam pessoa física e pessoa jurídica de poderosos empresários

Nos tempos do Orkut, entrei em uma discussão com um direitista que achava que para a empresa poder realizar as suas tarefas de forma plena, possuindo renda suficiente para ser mantida, seus donos teriam que viver com magnatas, com uma vida cheia de excessivos e caríssimos supérfluos. Eu tentei explicar que os empresários não precisavam ser ricos, a empresa é que tinha que ser rica, mas ele não entendeu e a discussão ficou nisso, com o tal direitista defendendo o "direito" do empresário viver com magnata.
Acontece que para muitos direitistas - acredito que todos pensem assim - não há separação entre a pessoa jurídica e a pessoa física no caso de grandes empresários. Os pequenos e médios continuam a ralar sem ter o privilégio de utilizar a confusão entre PF e PJ a seu favor. Mas os grandes e gigantescos empresários se dão muito bem com esta confusão. 
Além de poderem utilizá-la para justificar o fato de serem podres de ricos, empresários brasileiros de grande e gigantesco por…

Reforma trabalhista do governo golpista é tiro pela culatra

Infelizmente se admitiu tardiamente que o golpe não foi para combater a corrupção. Isso foi papo para angariar apoio popular ao golpe. Na verdade, o golpe foi imposto para salvar os interesses de magnatas brasileiros e estrangeiros, além de satisfazer a elite e a classe média brasileiras em relação as suas convicções e expectativas.
Várias medidas estão sendo impostas à população para proteger os interesses da chamada "Casa Grande", que curiosamente é composta majoritariamente por corruptos. Para salvar a ganância dos capitalistas, optou-se por sacrificar a população , pois é muito mais fácil degolar o fraco para se salvar qualquer sistema.
Entre as medidas amargas que farão a população - e não os capitalistas - sofrerem estão a PEC que limita gastos, a reforma da previdência e a aberração que os golpistas chamam de "modernização" das relações trabalhistas. Entende-se como "modernização" o retorno às condições trabalhistas que existiam antes da criação d…